Close
    Search Buscar

    Como criar um plugin do Minecraft

    Quem sou
    Aina Prat
    @ainaprat
    Autor e referências

    Informação preliminar

    Antes de entrar nos detalhes do procedimento em como criar um plugin para minecraft, Acho que você pode estar interessado em saber mais sobre essa possibilidade.

    Bem, plug-ins s√£o usados ‚Äč‚Äčno t√≠tulo de Mojang para expandir as possibilidades oferecidas por Torneira, APIs modificadas (ou seja, bibliotecas de software) que permitem criar servidores Minecraft com fun√ß√Ķes personalizadas, muito mais ricos e flex√≠veis do que os oficiais. Tudo acontece atrav√©s do Linguagem de programa√ß√£o Java, portanto, como voc√™ j√° deve ter adivinhado, as mudan√ßas que voc√™ vai fazer s√≥ ser√£o vi√°veis ‚Äč‚Äčno Vers√£o Java para PC do Minecraft.



    Claro, as mudanças que você pode fazer no servidor dependem da sua imaginação e da sua habilidades de programação. Se você quiser exemplos concretos do que os desenvolvedores de todo o mundo criaram, recomendo que você dê uma olhada na página de plug-ins do Spigot.

    Como voc√™ pode ver na p√°gina que mencionei acima, realmente existe de tudo. Existem aqueles que criaram asas personalizadas e aqueles que introduziram erup√ß√Ķes vulc√Ęnicas no t√≠tulo de Mojang. Resumidamente, aprender a programar plugins para servidores do Minecraft, pode ser particularmente interessante.

    Antes de come√ßar com as instru√ß√Ķes, no entanto, √© bom sublinhar dois aspectos: neste tutorial farei um exemplo pr√°tico relacionado com um servidor Spigot, mas no Minecraft existem v√°rios tipos de salas virtuais, como voc√™ pode ler nesta p√°gina (em ingl√™s). No entanto, vou me concentrar no tipo de servidor em quest√£o, como o mais utilizado, mas se voc√™ √© um entusiasta pode querer dar uma olhada nas outras solu√ß√Ķes dispon√≠veis tamb√©m.

    Quanto ao resto, como já mencionado acima, para criar um plugin para um servidor Spigot é necessário programação em Java. Neste guia, vou simplesmente explicar como construir rapidamente seu primeiro plugin funcional, usando o rudimentos desta linguagem de programação.



    Na verdade, seria imposs√≠vel explicar como programar em Java de forma avan√ßada em um √ļnico tutorial. Leva meses, sen√£o anos, de estudo para realmente aprender uma linguagem de programa√ß√£o. Por isso, se voc√™ quiser se aprofundar no assunto, sugiro que consulte meus tutoriais de como come√ßar a programar, como programar em Java e como aprender Java, nos quais recomendei muitos recursos adequados para esse fim.

    Crie um servidor e baixe os programas necess√°rios

    Tendo feito todas as premissas do caso, é hora de agir, criando um Servidor Spigot para Minecraft em localhost (então no seu computador) e baixando os programas certos para criar um plugin. Para dar alguns exemplos concretos, examinarei a criação de um servidor Spigot em Windows.

    Bem, a primeira coisa que voc√™ precisa fazer √© instalar Git e OpenJDK 8, dois softwares destinados √† programa√ß√£o necess√°ria para a cria√ß√£o de uma sala virtual deste tipo. Para fazer isso, conecte-se ao site oficial do Git e clique no bot√£o Baixar. Em seguida, abra o arquivo Git- [vers√£o] .exe obtido e pressionado sucessivamente nos bot√Ķes Pr√≥ximo (12 vezes), Instalar e Pr√≥ximo, para concluir a instala√ß√£o.

    Em seguida, conectado ao site OpenJDK, marque a caixa OpenJDK 8 e aperte o bot√£o √öltimo lan√ßamento. Desta forma, o arquivo ser√° baixado para o seu PC OpenJDK- [vers√£o] .msi. Abra, portanto, o √ļltimo, clique no bot√£o Pr√≥ximo, marque a caixa vinculada a termos de licen√ßa e pressione sucessivamente os bot√Ķes Pr√≥ximo, Pr√≥ximo, Instalar, Sim e Terminar.


    Nota pequena: os desenvolvedores do Spigot recomendariam o uso Java SE Runtime Environment 8, para download atrav√©s do portal oficial, em vez do OpenJDK8. No entanto, nesse caso, voc√™ precisa registrar um Conta Oracle e nas informa√ß√Ķes do procedimento, como nome da empresa para o qual voc√™ trabalha e o n√ļmero de telefone do escrit√≥rio, ent√£o preferi sugerir uma maneira mais f√°cil.


    Dito isso, depois de instalar os programas mencionados acima, você precisa compilar o arquivo do servidor via BuildTools.java: arquivo que você pode baixar clicando aqui. Quando o download for concluído, abra Git Bash, que faz parte do programa que você instalou anteriormente e mover o arquivo BuildTools.java em área de trabalho. Então volte para cima Git Bash, digite o comando cd desktop e pressione Transmissão no teclado.

    Neste ponto, digite o comando java -jar BuildTools.java e pressione Transmissão. Perfeito, você verá o progresso do criando o arquivo jar do seu servidor Spigot. Você pode ter que esperar alguns minutos, pois também há vários downloads a serem feitos para que tudo esteja instalado e funcionando.

    Em qualquer caso, uma vez terminado o procedimento, se tudo tiver sido feito correctamente, deverá ver que alguns ficheiros apareceram no ambiente de trabalho e que no Git Bash existe a inscrição sucesso.

    Neste ponto, você pode fechar a janela do Git Bash e iniciar o arquivo spigot- [versão] .jar presente na área de trabalho. Se tudo tiver sido feito corretamente, a janela deverá aparecer na tela Servidor minecraft. Caso contrário, tente abrir o arquivo eula.txt encontrado na área de trabalho e alterar o valor falso in verdadeiro.


    Perfeito, agora seu servidor est√° funcionando. Para verificar se est√° funcionando, basta come√ßar Minecraft na √ļltima vers√£o dispon√≠vel, pressione o bot√£o Multijogador, ent√£o na chave Acesso diretotipo localhost e aperte o bot√£o Fa√ßa login no servidor.

    Se tudo tiver sido feito corretamente, você verá que seu personagem entrará no servidor e que na janela Servidor minecraft a apelido você escolheu para o título de Mojang. Parabéns, agora você tem disponível um servidor Spigot funcionando!


    Para mais informa√ß√Ķes sobre as altera√ß√Ķes que podem ser feitas por defeito na sala virtual e para mais detalhes sobre a fase de instala√ß√£o, tamb√©m para outras vers√Ķes e plataformas, convido-o a consultar o site do Spigot (em ingl√™s).

    Agora que você viu que a sala virtual funciona, você pode fazer logout e fechar o jogo e a janela do servidor do Minecraft.

    No entanto, você precisa de mais um programa antes de começar a criar seu plug-in: a ambiente de desenvolvimento integrado (IDE). Simplificando, é um programa que permite escrever e compilar código Java.

    Existem vários programas desse tipo, como você pode ler no meu guia dedicado ao assunto. Enfim, eu te aconselho IntelliJ IDEA que é relativamente simples de usar. Para baixá-lo, basta conectar-se ao seu site oficial e pressionar o botão duas vezes DOWNLOAD.

    Assim que o download for concluído, abra o arquivo idealC- [versão] .exe obtidos e sucessivamente prêmios em Próximo, Próximo, Próximo e Instalare, em seguida, marque a caixa Execute o IntelliJ IDEA e clique Terminar, para concluir a configuração.

    Como criar um plugin do Minecraft

    Depois de ter criado um servidor Spigot e instalado todos os programas necess√°rios, chega o ‚Äúdestaque‚ÄĚ, ou seja, a cria√ß√£o do plugin.

    Se voc√™ seguiu as instru√ß√Ķes que lhe dei no cap√≠tulo anterior, voc√™ j√° tem a janela IDE dispon√≠vel Intellij IDEA em sua tela. Em seguida, pressione o bot√£o Pular o restante e definir padr√Ķes e clique na op√ß√£o Novo projeto. Depois disso, selecione o item Java presente no canto superior esquerdo e pressione o bot√£o duas vezes Pr√≥ximo.

    Neste ponto, d√™ um Nome do Projeto (por exemplo, Pluginconfigurehow) e clique no bot√£o Terminar. Voc√™ pode prosseguir com seguran√ßa Fechar, caso alguma janela ‚Äútutorial‚ÄĚ apare√ßa na tela.

    Depois disso, toque no item Envie o presente no canto superior esquerdo e clique Estrutura do projeto. Passe, portanto, para o cartão bibliotecas, toque no ícone +, clique no item Java, selecione os arquivo jar do servidor e pressione OK.

    Perfeito, agora você importou com sucesso todas as bibliotecas relevantes. Feito isso, feche a janela de bibliotecas, expanda a pasta do projeto presente à esquerda, faça clique com o botão direito na pasta src e selecione os itens Novo> Pacote a partir do menu que é proposto a você, em seguida, atribuindo o nome qual você prefere (por exemplo, configurehow).

    Depois disso, faça clique com o botão direito em pacote que você acabou de criar, localizado à esquerda, e selecione os itens Novo> Classe Java no menu que lhe é proposto. Então dê o nome que você deseja (por exemplo, Pluginconfigurehow) e pressione OK.

    Perfeito, agora é hora de escrever o código. A primeira coisa a fazer é importar JavaPlugin: para fazer isso, insira a linha import org.bukkit.plugin.java.JavaPlugin no topo do arquivo, fechando com ponto e vírgula.

    Depois disso, pressione Transmiss√£o, para criar alguns linha espaciale comece a criar o seu pr√≥prio classe, por exemplo, escrevendo a classe p√ļblica Pluginconfigurehow estende JavaPlugin. Simplificando, voc√™ est√° criando uma classe que estende que o JavaPlugin, usado por desenvolvedores para criar plug-ins para o Minecraft.

    Obviamente, você deve fechar tudo com colchetes. Caso o JavaPlugin não seja reconhecido, tente reimportar o arquivo jar do servidor da maneira que mostrei anteriormente.

    Em seguida, acerte com o botão direito do mouse na pasta src e selecione os itens Novo> Arquivo no menu que se abre, dando seu nome plugin.yml. Aqui você tem que inserir todos informação básica relacionado ao plugin, de seu nome para a aula principal, passando pelo versione, Para descrição e para comandos. Nesse caso, é tudo muito simples: basta usar as variáveis nome, principal, versão, descrição e comandos Seguido por : e insira seu "valor".

    Em particular, em nome você tem que digitar o nome do plugin (não insira espaços por nenhum motivo), em principal o nome do classe você criou anteriormente (precedido pelo nome do pacote e sem extensão), em versão introduzir o versione que você considera mais correto (por exemplo, 0.0.1 se for uma fase preliminar, 1.0.0 se você considerar "concluído") e em descrição você deve entrar no descrição do plugin (por exemplo, plugin criado através do tutorial configurehow).

    Finalmente, em comandos √© necess√°rio inserir, ap√≥s o c√≥lon, o nome do comando que voc√™ deseja usar (por exemplo, site) seguido por : e tendo dentro dele os par√Ęmetros descri√ß√£o (descri√ß√£o) e uso (m√©todo pelo qual o usu√°rio pode usar o comando, por exemplo, / website).

    Perfeito, agora voc√™ tem o "espa√ßo" para fazer suas altera√ß√Ķes. Vou te dar um exemplo muito simples a partir do qual voc√™ pode come√ßar a construir plug-ins mais avan√ßados. Mais precisamente, vou explicar como criar um plugin que permitir√° ao usu√°rio obter oURL do site oficial do criador do servidor simplesmente usando o comando / site dentro do servidor do Minecraft.

    Para dar vida a este plugin, volte para dentro do arquivo java voc√™ criou anteriormente e adiciona na cabe√ßa duas outras importa√ß√Ķes, ou seja, import org.bukkit.command.Command e import org.bukkit.command.CommandSender. Os √ļltimos s√£o usados ‚Äč‚Äčpara usar as ferramentas projetadas para "receber" os comandos do usu√°rio.

    Depois disso, voc√™ precisa substituir os m√©todos onEnable () e onDisable () dentro da classe do plugin. Para fazer isso, basta usar um @Override antes de criar os m√©todos vazio p√ļblico. Eu recomendo que voc√™ use orecuo com o bot√£o aba para tornar o c√≥digo mais "leg√≠vel". Eu te lembro que voc√™ pode escrever deuses Coment√°rios para o c√≥digo via //, o que est√° escrito nessas linhas ser√° ignorado durante a compila√ß√£o: cabe apenas a voc√™ lembrar para que serve esse c√≥digo.

    Neste plugin espec√≠fico, n√£o usaremos esses m√©todos, mas a estrutura geralmente √© esta e, portanto, foi certo explic√°-la para voc√™. O m√©todo que usaremos neste exemplo √© que no comando, projetado para "responder" aos comandos do usu√°rio. Aqui n√≥s damos como entrada, ou seja, as vari√°veis ‚Äč‚Äčentre colchetes, CommandSender, que √© o usu√°rio enviando o comando, e Command, ou seja, o pr√≥prio comando. Tamb√©m precisamos adicionar um Tanga e um Corda[] a fim de executar corretamente oUltrapassar.

    Dentro do método onCommand deve haver o que acontece quando o usuário envia um determinado tipo de comando. Neste caso, decidi que o comando que o usuário deve usar para obter o URL do site é simplesmente /local na rede Internet. Por este motivo, é necessário verificar a entrada enviada pelo usuário. Já expliquei a você que está contido no tipo Command, que "instanciei" com a variável chamada comando.

    Para verificar, um if, ou melhor, um "se". O c√≥digo neste caso √© o seguinte: if (command.getName (). EqualsIgnoreCase ("site")) {user.sendMessage ("Meu site √© [www.configurehow.com] (http: //www.configurehow. Com /) "); } Simplificando, eu pego o Comando com o m√©todo getName (), Vejo, sem levar em conta mai√ļsculas e min√ļsculas, se o comando √© apenas "site" atrav√©s do m√©todo equalsIgnoreCase e se assim for, envio uma mensagem contendo o URL do meu site ao usu√°rio atrav√©s do m√©todo enviar mensagem.

    Neste ponto, você concluiu com sucesso a programação do plugin que retorna o URL do site para o usuário quando este usa o comando /local na rede Internet. Agora vem a parte de compilação, que criará seu arquivo .jar de plug-in.

    Para prosseguir, clique no item Envie o presente no canto superior esquerdo, clique Estrutura do Projeto, vá para a guia Artefatos, aperte o botão + e selecione os itens JAR> Dos módulos com dependências. Pressione e, em seguida, em OK, remova, usando o ícone -, o escrito Arquivo spigot extraído [versão] .jar e pressione o botão primeiro Inscrever-se e depois disso OK.

    Neste ponto, clique no item Construir presente na parte superior e pressione a opção Criar artefatos. Depois disso, clique na entrada Construir, espere alguns segundos e o sistema irá informá-lo do fato compilação. Você verá a pasta vermelha aparecer no canto superior esquerdo Fora.

    Portanto, expanda seu conte√ļdo, expanda a pasta tamb√©m artefatos e voc√™ ver√° o arquivo .jar do seu plugin. Agora, toque nele com o bot√£o direito do mouse e selecione a op√ß√£o Mostrar no Explorer.

    Isso abrir√° o caminho para Explorador de arquivos com o arquivo .jar do seu plugin. Agora voc√™ tem que mudan√ßa o arquivo em quest√£o que voc√™ gerou dentro da pasta plugins do seu servidor. Se voc√™ seguiu minhas instru√ß√Ķes, dever√° encontrar o √ļltimo no √°rea de trabalho.

    Subsequentemente, inicia o arquivo jar do servidor e espere a janela aparecer na tela Servidor minecraft e que o carregamento. Depois de terminar o √ļltimo, digite Pare no console do servidor e pressione Transmiss√£o. Depois disso, reinicie o arquivo jar novamente do servidor. Desta forma, voc√™ deve ver a escrita ligada √† sua aparecer plug-in: significa que foi instalado.

    Agora você só precisa começar Minecraft, primeiro pressione o botão Multijogador e depois disso Acesso direto, introduzir oendereço do servidor (por exemplo, localhost) e pressione Transmissão.

    Desta forma, você entrará corretamente em sua sala virtual. Para verificar se o plugin está funcionando, basta pressionar o botão T no teclado, digite o Comando / site e pressione o botão Faça login no servidor. Se o mensagem com o URL do site, tudo foi feito corretamente.

    Além disso, você também pode ver o lista de plugins ativos no servidor usando o comando / plugins. Em suma, você criou com sucesso o seu primeiro plugin para um servidor Minecraft Spigot. Agora você só tem que dê-se ao luxo de usar o código Java para criar suas próprias experiências personalizadas dentro do título Mojang.

    Como voc√™ √© f√£ do Minecraft, sugiro que tamb√©m d√™ uma olhada na p√°gina do meu site dedicada ao jogo em quest√£o, onde voc√™ pode encontrar in√ļmeros tutoriais relacionados ao t√≠tulo Mojang.

    Como criar um plugin do Minecraft

    √Āudio v√≠deo Como criar um plugin do Minecraft
    Adicione um coment√°rio do Como criar um plugin do Minecraft
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.